Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


COMUNICADO DE IMPRENSA

Sexta-feira, 18.01.13

Acontecimentos na Escola Secundária de Alberto Sampaio – Braga.

A Federação das Associações de Pais de Braga, lamenta profundamente os acontecimentos desta manhã, ocorridos à entrada da Escola Secundária de Alberto Sampaio, Braga, em que ocorreu a intervenção da PSP, devido ao encerramento da Escola a cadeado, atitude que foi fruto de acção espontânea de um grupo de estudantes da Escola, como forma de protesto destes, contra os Mega Agrupamentos e a Agregação de Escolas anunciada pelo Ministério da Educação. Atitude dos estudantes que compreendemos, mas com que esta Federação não concorda, actuação que poderá eventualmente alastrar-se a outras Escolas do Concelho de Braga, mas que é uma forma das crianças e jovens com irreverência própria da sua idade, manifestarem a sua posição contra um erro grave e altamente prejudicial para o seu futuro que esta medida comporta, mas também contra a insensibilidade e indiferença do Ministério, para as posições e propostas da comunidade educativa de Braga contra a criação destas megas estruturas, que o Ministério unilateralmente decide contra tudo e contra todos e custe o que custar e não tem em conta a realidade de cada Escola e as suas especificidades e vai contra todos os pareceres e estudos Nacionais e Internacionais, que sugerem cada vez mais autonomia para as Escolas e unidades mais pequenas e funcionais de forma a contribuírem para uma melhor educação e desenvolvimento do País e dos nossos jovens e crianças.

Não pode também esta Federação das Associações de Pais, deixar de lamentar e de reprovar a actuação das forças policiais, na sua intervenção, pelo uso excessivo da força e de outros meios de dissuasão, como o uso de Gás Pimenta, contra crianças e jovens. Sim, porque estamos a falar de alunos com idades compreendidas entre os 12 e os 17 anos e segundo os responsáveis da PSP de Braga, colocaram em causa a integridade física dos agentes da autoridade. 

Integridade física dos agentes? Posta em causa por crianças e jovens de 17 anos?

A nós, parece-nos mais excesso de zelo e abuso de autoridade, de alguém que tem a responsabilidade de garantir a segurança e ordem pública e constituir exemplo de comportamento e de educação para as nossas crianças e jovens, o que na nossa perspectiva neste caso não se verificou, parecendo-nos que entre outras coisas os Srs. Agentes da PSP, se esqueceram de que também são Pais e Encarregados de Educação e de que não gostariam, tal como nós de ver os seus filhos ser tratados da forma como os alunos da Escola Secundária de Alberto Sampaio, foram esta manhã tratados.

Braga, 18 de Janeiro de 2013
FAP – Braga
José Lopes
Presidente da Direcção

Autoria e outros dados (tags, etc)

por fapbraga às 18:42