Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Abril 2011

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Pesquisar

 


NOVO CURRÍCULO ENSINO SECUNDÁRIO

Sábado, 09.04.11

A partir do próximo ano letivo, os alunos do secundário passam a contar com um exame final nacional optativo de Filosofia e com uma disciplina de Formação Cívica nos cursos científico-humanísticos, segundo legislação hoje publicada em Diário da República. O decreto-lei contraria as recomendações do Conselho Nacional de Educação (CNE), que defendia a manutenção da Área de Projeto no 12.º ano.

Este decreto-lei, que altera pela quarta vez o diploma n.º 74/2004 de 26 de março e estabelece os princípios orientadores da reorganização curricular do ensino secundário e da avaliação das aprendizagens, determina ainda o fim da disciplina de Área Projeto da matriz dos cursos científico humanísticos.

De acordo com esta nova reorganização curricular, é alargada a oferta de exames nacionais nas disciplinas de formação geral, sem aumentar o número de exames obrigatórios, e criada a disciplina de Formação Cívica nos cursos científico-humanisticos.

A decisão de acabar com a Área de Projeto no 12º ano tem por base a experiência da aplicação desta disciplina e o benefício pedagógico que se espera obter da utilização das chamadas "metodologias de projeto" em cada uma das disciplinas do currículo, não como disciplina autónoma.

Esta reorganização curricular do ensino secundário tem também como objetivo diminuir a carga horária letiva semanal dos alunos no último ano, de modo a que se possam centrar na conclusão do ciclo de ensino e na preparação para os exames nacionais.

A criação da disciplina de Formação Cívica no 10.º ano pretende reforçar a formação nas áreas da educação para a cidadania, para a saúde e para a sexualidade.

O diploma introduz ainda o exame final nacional optativo na disciplina de Filosofia da componente de formação geral.

O decreto-lei hoje publicado contraria as recomendações do Conselho Nacional de Educação (CNE), que defendia a manutenção da Área de Projeto no 12.º ano.

Quanto à Formação Cívica, o parecer do CNE apontava para a criação dessa disciplina em todos os cursos e em todos os anos de escolaridade do ensino secundário, contestando o tempo de 45 minutos atribuído.

Lusa 08 de Abril de 2011, 14:21


Nota: Esta é mais uma reforma às prestações, tipo manta de retalhos, que altera pela quarta vez em seis anos o diploma n.º 74/2004, de 26 de Março! A FAP defende a urgente necessidade de uma reforma abrangente a todos os graus de ensino, que garanta a Qualidade da Educação, procedida de um amplo debate por toda a comunidade educativa. Basta de experiências emanadas  dos gabinetes do Ministério da Educação longe das escolas e da sua realidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por fapbraga às 10:13